APOSENTADORIA ESPECIAL PARA C.L.T.  
 
Prezado Cliente,


É possível o reconhecimento do direito da contagem especial pelo exercício comprovado em condições insalubres, sendo que é conferido ao empregado público o direito da opção pela aposentadoria especial (hipótese na qual não existe a incidência do maléfico “fator previdenciário”), ou de se aposentar por tempo de contribuição, com a aplicação do fator multiplicador de 40% para cada ano de trabalho insalubre.

O cálculo é bastante simples: supondo que o empregado público esteja em atividade desde Abril de 1984, contabiliza-se para ele 30 anos de serviço insalubre; aplicado o fator multiplicador de 40% previsto em lei, terá como tempo de contribuição 42 anos (30 x 40% = 42 anos).

Nesta hipótese, o empregado público atinge 42 anos de contribuição, concretizando a aposentadoria integral, sendo permitido continuar trabalhando, ultrapassando assim, o chamado “pedágio” e diminuindo na prática o maléfico "fator previdenciário".

Cada caso é calculado de acordo com o tempo total de contribuição (inclusive fora do serviço público).

Estaremos à disposição de Vossas Senhorias para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários, através dos telefones e endereços indicados no rodapé.
 
  Fonte: TOLEDO ADVOCACIA  
« VOLTAR  
 
Untitled Document
 
  Nome:
 

Caso não consiga localizar seu processo, favor entrar em contato através do formulário, clique aqui.

 
 
 
 
Presidente Prudente - SP
Rua Siqueira Campos, 699 - 5° andar
cjs. 57/58 - CEP: 19010-061
Fone/fax: (18) 3222-5552
advocaciatoledo@advocaciatoledo.com.br
 
LINKS ÚTEIS
www.tjsp.jus.br
www.stj.jus.br
www.portal.trt15.jus.br
www.stf.jus.br
Comunicação e Marketing
Toledo Advocacia